Tamanho das fontes

Reabilitação pós covid-19


Atendimento a pacientes que evoluíram com limitações na capacidade funcional (muscular e respiratória), qualidade de vida, grau de fadiga, condições nutricionais, cognitivas e psíquicas após a covid-19.


A vida depois da covid-19 ainda é um desafio. Por isso, em 17 de novembro de 2020, a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), em parceria com o Ceir, passou a acolher pacientes que passaram por terapia intensiva ou por um tratamento de longa permanência em leitos e apresentam, como resultado, sequelas neurológicas e respiratórias.

O atendimento é feito por uma equipe multidisciplinar, composta por médicos, fisioterapeutas, enfermeiras, nutricionista, psicólogas e fonoaudiólogas.

Como os atendimentos são realizados com métodos e recursos terapêuticos específicos para pessoas acometidas de covid-19, não haverá alteração no fluxo de vagas e atendimentos aos usuários das demais clínicas da instituição.

Estima-se ser necessário cerca de duas a seis semanas de reabilitação funcional, respiratória e neuropsicológica, para a melhora da qualidade de vida e mobilidade, sendo que esse período pode ser mais curto ou mais prolongado conforme as necessidades de cada paciente.


Protocolo e prevenção à proliferação da covid-19


As terapias funcionam no horário das 17h às 21h, de segunda a sexta-feira. Com um intervalo de 10 minutos entre os atendimentos, momento de higienização da estrutura física e dos equipamentos seguindo o protocolo de segurança elaborado pela instituição, tendo como referência as normas estabelecidas nos decretos do Governo do Estado do Piauí e da Prefeitura de Teresina.

Para a realização do programa de reabilitação de pessoas acometidas pela covid-19, serão utilizadas instalações sanitárias e equipamentos de proteção individual (EPI) para pacientes e profissionais, aparato da equipe administrativa, de recepção e limpeza. O espaço físico adequadamente organizado com consultórios médicos; salas individuais para atendimento; área específica voltada para reabilitação cardiopulmonar; centro de diagnóstico, com a oferta de exames laboratoriais, raios-X, tomografia computadorizada, ultrassom, espirometria, eletrocardiograma, tomografia computadorizada e ressonância magnética, que deverão ser previamente autorizados pelo SUS.


Saiba como ter acesso?


A porta de entrada para o tratamento acontece de duas formas: via encaminhamento do hospital de origem da internação ou através das Unidades Básicas de Saúde.

– Pacientes que já tiveram alta da UTI ou de unidade de covid de longa permanência no Estado do Piauí no decorrer dos meses da pandemia devem seguir os seguintes passos:

a) Procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua residência ou Secretarias Municipais de Saúde e fazer uma consulta com um médico credenciado pelo SUS;

b) Procurar o setor de marcação de consulta online e solicitar a marcação da triagem reabilitação pós covid-19 , que será visualizada no sistema do SUS (https://fmsteresina.gestorsolucao.net.br/) como Ceir- Triagem Reabilitação Covid.

– Pacientes que estão recebendo alta serão encaminhados pela própria unidade, diretamente ao Ceir, via marcação da Triagem reabilitação pós covid-19 no Sistema SUS (https://fmsteresina.gestorsolucao.net.br/).


Para mais informações e esclarecimentos:

(86) 3198-1500 ou ceir@ceir.org.br


Notícias


Texto: Lourdes Pereira – Comunicação Ceir


 

Endereço

CEIR
Avenida Higino Cunha,
Nº 1515, Bairro Ilhotas

CEP: 64.014-220
Teresina - Piauí

Receba nossos informativos

Deixe o seu e-mail aqui.

(86) 3198-1500
ceir@ceir.org.br

Gestão

© Copyright 2016 - Todos os direitos reservados ao CEIR